logo-pedro

Terceirizados reclamam de atraso no pagamento…

Os funcionários terceirizados que prestam serviços ao Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) estão enfrentando uma situação de incerteza e revolta. Segundo o Sindicato de Asseio e Conservação de São Luís (SEEAC-SLZ), as empresas que contratam esses trabalhadores estão há quatro meses sem receber verba por parte do Detran, órgão ligado ao Governo do Maranhão. A exceção é a Empresa BR Construções, Comércio e Serviços Ltda, que está recebendo em dia.


De acordo com o SEEAC, os funcionários ainda estão recebendo seus salários, mas a qualquer momento as empresas poderão deixar de pagar, devido ao atraso no repasse do Governo do Estado ao Detran. O sindicato afirma que já tentou negociar com o órgão, mas não obteve resposta satisfatória.

A situação se agrava ainda mais com a suspeita de favorecimento à Empresa BR Construções, que é a única que está em dia com o pagamento dos terceirizados.

Informações apontam que a empresa é ligada ao deputado federal Fábio Macedo, que é da base aliada do governo. Inclusive, assuntos sobre a BR Construções e a ligação do deputado já foram pauta de matérias em blogs da capital maranhense sobre ser sócio proprietário da mesma, ou seja, por esse motivo pode existir um favorecimento a empresa de conexão ao deputado.

É inadmissível que o Governo favoreça uma empresa que tem vínculos políticos com um deputado da sua base. Os trabalhadores precisam de explicações e soluções para essa situação urgente ou podem ficar sem receber salários futuramente.